RESERVAS

Pelo fone: (51) 3029-8158

- Tolerância de 15 minutos a partir do horário de sua reserva.

- Para sexta e sábados só serão aceitas reservas até as 20:30.  

- As reservas devem ser efetuadas até as 11:00 do mesmo dia para o almoço e 17:00 para a noite. 

CONTATO

VAGAS

QUER FAZER PARTE?

ENVIE SEU CURRÍCULO!

administrativo@izakayadanjou.com.br

ver
blog
Please reload

Posts Recentes

10 erros mais comuns ao comer comida japonesa

January 29, 2018

1/3
Please reload

Posts Em Destaque

Conheça a Fureai Kippu, a moeda japonesa da gratidão

July 16, 2018

Implementada em 1995 pela Sawayaka Welfare Foundation, a Fureai Kippu (em português, “Bilhetes para uma Relação de Carinho”) é uma “moeda” do Japão que disponibiliza créditos para pessoas que ajudam idosos na comunidade.

 

Esses créditos podem ser transferidos para parentes ou amigos que precisam de cuidados, ou serem guardados para o futuro, quando o cuidador ficar doente ou idoso.

 

 

 

O propósito da “moeda” Fureai Kippu é desenvolver e fortalecer as redes de apoio informais a idosos. Sua implementação no Japão nasceu da necessidade de se arranjar alternativas, em um país que enfrenta cada vez mais o rápido envelhecimento da população. Segundo a ONU, o Japão é o país com maior expectativa de vida. Estima-se que em 2050, quase 40% dos japoneses terá mais de 65 anos. Assim, a moeda entrou no mercado para suprir essa demanda, aliado ao fato de que os custos de saúde no país são altos.  

 

RESULTADOS

 

Segundo pesquisa realizada no país, houve uma melhoria tanto da saúde física e psicológica dos voluntários, como dos destinatários dos serviço; além disso, ajudou a melhorar a condição e as relações sociais das pessoas vulneráveis; e, finalmente, ajudou a estabelecer relações mais igualitárias entre membros voluntários e beneficiários.


A parte surpreendente desse projeto é que os idosos japoneses preferem os serviços prestados por pessoas que fazem parte do sistema Fureai Kippu, ao invés de pagar pelos serviços prestados com ienes (moeda oficial do Japão). Certamente, isso ocorre devido à natureza do relacionamento que se estabelece entre a pessoa que atende e a pessoa que é atendida. 


E se essa moda pega? Já pegou! Desde 2005 a China está implementando o mesmo programa e a tendência é que este modelo se espalhe para outros países nos próximos anos.
 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga