RESERVAS

Pelo fone: (51) 3029-8158

- Tolerância de 15 minutos a partir do horário de sua reserva.

- Para sexta e sábados só serão aceitas reservas até as 20:30.  

- As reservas devem ser efetuadas até as 11:00 do mesmo dia para o almoço e 17:00 para a noite. 

VAGAS

CONTATO

QUER FAZER PARTE?

ENVIE SEU CURRÍCULO!

administrativo@izakayadanjou.com.br

ver
blog
  • Mauricio Travi

Você sabe quem foram os samurais?


Os samurais eram guerreiros japoneses que defendiam os daimyo (senhores feudais). Em japonês, a palavra samurai significa “aquele que serve”. A palavra “samurai” é derivada do japonês arcaico, do verbo “samorau”, alterado para “saburau”, que significa “servir” ou “aquele que serve”. Foi entre os séculos XII e XIV que ganharam grande importância e prestígio na sociedade, sendo referidos como mártires.

Bushido: código de conduta e ética dos samurais

Os samurais deviam respeitar um rigoroso código de conduta e ética chamado “bushido”, que significa “caminho do guerreiro”. De acordo com o código, os samurais deveriam ser leais, resistentes, corajosos e disciplinados. A espada dos samurais (katana) é apresentada no código como sendo a alma e o símbolo máximo dos guerreiros, que se preparavam desde a infância, recebendo treinamentos dos mestres mais experientes.

Daisho: as armas tradicionais dos samurais

Daisho, que significa “grande e pequeno”, é o conjunto de armas dos samurais: a katana e um wakizashi. Estas armas significavam a honra de um samurai e eram consideradas como uma extensão deles mesmos, que dormiam com estas embaixo do travesseiro.

“Extinção” dos samurais

Estes guerreiros foram extintos no Japão no século XIX, juntamente com o fim do feudalismo e a restauração imperial (dinastia Meiji). Assim, os samurais foram perdendo prestígio e força. Em 1870, ocorreu uma revolta de samurais, porém foi fortemente reprimida pelo exército imperial do Japão.

Fonte: Japão em Foco


31 visualizações